Maio 29th, 2019 Por Kwaradio

Lisboa – De regresso ao país, o chefe da diplomacia angolana, Manuel Augusto foi notificado esta terça-feira (21) pelo Tribunal Supremo respeitante a providencia cautelar (Processo n.º 118/19) que pede a suspensão do último Concurso Público lançado pelo Ministério das Relações Exteriores (MIREX).

Supremo suspende concurso de ingresso  no MIREX

Enquanto a câmara do cível do Supremo ter em mãos o processo, ficou determinado que o concurso deve parar imediatamente, sob pena dos responsáveis do Ministério das Relações Exteriores incorrerem numa pena de desobediência.

Segundo esclarecimentos, os mesmos não podem praticar mais nenhum acto, pelo que o concurso fica suspenso, até ser proferido o acórdão do Tribunal Supremo.

O referido foi levantando no passado dia 18 de Março do corrente pela Associação de Diplomatas de Angola (ADA), que reclama ter havido no concurso de ingresso ao MIREX, graves irregularidades” e interferências das chefias deste departamento governamental que “prejudicam gravemente os funcionários em geral”.

Recentemente surgiram reclamações de pessoas que participaram no concurso exigindo revisão das suas provas de acesso. A resposta que terão recebido de funcionários do MIREX, é que as provas foram corrigidas electronicamente, sendo assim ocorre a impossibilidade de revisão.

Há também reclamações posto em causa à imparcialidade e a responsabilidade do Júri, com particular realce para o seu Presidente.

As reclamações são baseadas no facto de que as jovens que trabalham nos recursos humanos do MIREX também participaram no concurso e são as mesmas que trabalharam em todo processo e com acesso as informações privilegiadas.

Todas elas aprovaram no concurso, gerando um enorme descontentamento a volta do concurso que acaba de ser suspenso pelo Tribunal Supremo.

 

Fonte: Club-k.net – maio 22, 2019

Partilhar este artigo

 

LAVA JATO : Americanos atacam a Corrupção em Moçambique. E ANGOLA ??..

Executivo vai reaver os quase 5 mil milhões de dólares roubados do Estado,.. pela elite de então …

Tribunal Supremo com dificuldades de notificar ministro ..  Manuel Augusto …

ANGOLA : Employés du Ministère des affaires étrangères et,.. logés à l’hôtel de luxe RITZ – Lisbonne…

Interesses de Isabel dos Santos arrolados,.. no processo de empresas constituídas,.. com dinheiro roubado do Estado …

CABRITO-ESCRITORIO : denúncia Escritório de advogado de Rui Ferreira assessora Zenú dos Santos…

MIREX : Ministère des affaires étrangères, de graves irrégularités,.. ma vie est en danger… – A. Lima Viegas

DEBATE : Direitos Humanos em Angola e Paz ?..

PORQUE NÃO A 27 DE… MAIO ?..

DICTATURE : Rafael Marques encore en vie ?.. Oui ??.. – Alors,..  l’Angola est une démocratie ?..

LAVA JATO : Americanos atacam a Corrupção em Moçambique. E ANGOLA ??..

 

   Send article as PDF   

Publicado em PGR, Tribunal Etiquetas:

Maio 29th, 2019 Por Kwaradio

Lisboa – Funcionários do Tribunal Supremo admitem estar a ter dificuldades em fazer chegar uma notificação às mãos do ministro das relações exteriores,  Manuel Augusto, de forma a que o mesmo possa dar a sua versão quanto a providencia cautelar (processo 118/19) que pede a suspensão do último Concurso Público lançado pelo MIREX.

O Tribunal Supremo tem preparado a notificação há mais de 8 dias e até ao momento não conseguiu notificar a direção do MIREX.

Na quarta-feira (15), um oficial de diligência foi até a sede deste departamento   governamental  para fazer a entrega pessoal da notificação mas foi-lhe comunicado que o ministro não se encontra no país ficando o compromisso de que o ministério telefonaria ao Tribunal tão logo que o governante regressasse  da viagem de  serviço.

O referido processo está a ser analisado pela câmara do câmara do cível, do Supremo. Porém, foi levantando no passado dia 18 de Março pela Associação de Diplomatas de Angola (ADA), que reclama ter havido no concurso de ingresso, “graves irregularidades” e interferências das chefias deste departamento governamental que “prejudicam gravemente os funcionários em geral”.

Sobre o assunto em causa, o veterano jornalista Ilídio Manuel lembra ter também denunciado nas redes sociais a falta de transparência no concurso público para o provimento de vagas no Ministério das Relações (MIREX). Dizia, ele que “havia laivos de nepotismo naquela casa que tem à testa o ministro Manuel Augusto.”

“Felizmente, o Jornal de Angola traz este assunto à tona na sua edição de hoje. Por que não anular o concurso e recomeçar o processo ? Será necessário criar uma comissão multi-sectorial a fim de conferir maior credibilidade ao concurso, à semelhança do que se regista com a escolha da 4.ª operadora de telefonia móvel?”, questiona o antigo editor do extinto Semanário Angolense.

O caso de Hitler Samussuku

O activista Hitler Samussuku também participou no concurso público tendo verificado anomalias que põem em causa a seriedade do processo.

Segundo apurou o Club-K, os seus documentos foram aprovados – on line – e confirmados de forma presencial no dia 3 de Maio, tendo sido entregue uma ficha com o número 1489 como comprovativo para participar no exame. Mas na noite do dia 14 de Maio, uma amiga ligou-lhe para dizer que o seu nome foi excluído alegadamente pelo requerimento.

Nos dois processos anteriores de apuração (on line e presencial) o requerimento foi dado como válido.

Samussuku concorria na categoria de Adido (carreira Diplomática) por ser licenciado em Ciência Política. Seu nome saiu apurado em todas as listas até que finalmente foi retalhado 24h antes da data dos exames, realizados no 15 de Maio no Instituto Venâncio de Moura.

Fonte : Club-k.net maio 16, 2019

Partilhar este artigo

 

Ministro Manuel Augusto .. recebe notificação …

LAVA JATO : Americanos atacam a Corrupção em Moçambique. E ANGOLA ??..

ANGOLA : Employés du Ministère des affaires étrangères et,.. logés à l’hôtel de luxe RITZ – Lisbonne…

MIREX : Ministère des affaires étrangères, de graves irrégularités,.. ma vie est en danger… – A. Lima Viegas

S.O.S : LA PRESSE ANGOLAISE BÂILLONNÉE, MUSELÉE,.. EN PROCÈS !… ENCORE ET ENCORE !…

Ânimos exaltaram-se no Cuíto com milhares de apoiantes da UNITA a exigirem o corpo de Savimbi

Hitler Samussuku activista “Raptado”,.. esta a ser interrogado na DPIC …

PORQUE NÃO A 27 DE… MAIO ?..

Ministro Manuel Augusto .. recebe notificação …

LAVA JATO : Americanos atacam a Corrupção em Moçambique. E ANGOLA ??..

 

 

 

   Send article as PDF   

Publicado em Panorama, PGR, Tribunal Etiquetas:

Maio 10th, 2019 Por cabritta

Caros leitores !.. 

Cabrito – Conection..

Cabritismo ?.. aos seus lugares…

é….muita..….….muita…….

  Conection..

 

Cabrito

Cabrito

 

 

 

desonestidade…  desonestidade !..

 

“É A PARTIR DO MIREX QUE HÁ OS MAIORES DESVIOS DE MILHÕES DE DÓLARES “

 

Lima Viegas, embaixador e presidente da Associação de Diplomatas Angolanos, diz em comunicado que transcrevemos “ipsis verbis” que “não fez mal a ninguém por ter descoberto um dos maiores ninhos de marimbondos existente no Ministério das Relações Exteriores”, acrescentando que “é a partir deste Ministério que há os maiores desvios de milhões de dólares que foram descobertos e pretendem silenciar a acção da Inspecção”.

Eis o comunicado:

«António Lima Viegas / Embaixador, vem por este meio comunicar a todos os Colegas que a Direcção do Mirex foi longe demais, porque ontem deu ordens à Unitel para bloquearem todos os meus números de telefone.

A Unitel alega que eu não tinha feito o registo de identificação, grande mentira, e inclusive um dos números estava em nome de minha esposa.

Quem faz isto pode também mandar matar.

Se pensam que com isto vão-me amedrontar estão enganados. Eu sou um Homem corajoso e destemido.

Todos nós vamos morrer um dia, mas se pensam que vão continuar a mentir ao Presidente da República estão redondamente enganados.

Quem fala a verdade não merece castigo.

 

Não fiz mal a ninguém por ter descoberto um dos maiores ninhos de marimbondos existente no Ministério das Relações Exteriores.

É a partir deste Ministério que há os maiores desvios de Milhões de $$ dólares que foram descobertos e pretendem silenciar a acção da Inspecção.

Senhor Ministro, Manuel Augusto toda a gente sabe que você sofreu uma grande pressão do seu Director de Gabinete – Salvador Allende e do Secretário Geral – Agostinho Van-Dunem, que lhe encorajaram para tomar a decisão de me exonerar e sou a primeira vitima da picada do marimbondo.
Na qualidade de Inspector e de acordo com o previsto na lei propus a instauração de alguns processos disciplinares a chefes de Missões que tiveram um mau desempenho que ao serem exonerados cancelaram a seu favor contas bancárias e ficaram com o valor equivalente a mais de um milhão de dólares $$ e outros que com medo da acção da Inspecção vieram entregar-se à confirmar desvios de Dólares depois de cinco anos.

Qual é a medida que estes chefes de Missão merecem?

 

É bom notar que a presença do Inspector / Lima Viegas era temida em todo o Ministério e em todas as MDC’s.

Isto foi notório na primeira visita de Inspecção que efectuei em companhia de dois funcionários do Ministério do Interior, mais concretamente da SIC e do SME em que o comportamento de um funcionário que se dirigiu ao Inspector dizendo que não era necessário procurar mais e entregou toda documentação no valor de mais de 4 (quatro) milhões de dólares $$ americanos que representava má gestão, isto foi inédito, e sinceramente nunca me tinha acontecido uma coisa igual.

Isto surpreendeu a toda equipa, principalmente aos dois polícias que me acompanhavam.

Só está atitude fala por si e estou ciente que a presença do Inspector estava a contribuir para a moralização da Instituição, mas não era do agrado da Direcção do Ministério, em especial do Salvador e do Agostinho.

Ilustres Colegas

A acção da Inspecção sempre foi acima de tudo pedagógica, mas houve casos que ultrapassaram os limites e não se pode admitir.

Quando alguém como chefe de uma missão compre duas vezes um imóvel e ainda estamos a pagar rendas de casa, o que isto representa.

Por outro lado há casos em foram transferidos valores avultados, para locais cujo local não justificava aqueles valores (milhões de dólares) e quando se deslocavam aos bancos estrangeiros procediam à levantamentos de montantes exagerados de 600.000 USD (seiscentos mil dólares) de uma só vez, por exemplo.

 

 

Foram propostas missões de inspecção, para se apurar, in loco, mas o Ministro Manuel Augusto nunca autorizou.

Não tenho dúvidas que um dos maiores buracos, ou mesmo o maior do País é no Mirex e nas Missões Diplomáticas e Consulares “MDC’s” nos Países fronteiriços.

Depois da minha exoneração os prevaricadores dançam de alegria, dando-se ao luxo de enviar mensagens de satisfação e a telefonaram a insultar.

De notar que durante um ano e dois meses como Inspector Geral só tive um despacho com o Ministro Manuel Augusto e recebia ordens do Director de Gabinete e do Secretário Geral, mas ultimamente rejeitei, porque de facto o Inspector depende diretamente do Ministro.

Por outro lado como Inspector nunca participei numa reunião para tomar decisões a nível do Mirex.

Por incrível que pareça manifestei o meu descontentamento por tal facto ao Titular do Departamento Ministerial.

A nível do Ministério o Ministro Manuel Augusto tem muitos compromissos para com as pessoas que acolhem os seus filhos e irmãos, por tal facto não pode exercer o poder disciplinar e há muitos casos que não se pode aceitar é assim que vamos assistir proximamente a nomeação do Embaixador Edgar Martins para Embaixador de Angola na Coreia do Sul só por ter feito este favor.

Na qualidade de Inspector sempre pensei em poder transmitir a minha experiência a toda equipa de inspectores, mas fui impedido de assim proceder, porque numa Inspecção dificilmente se apuram os montantes em falta.

 

 

O que se faz hoje são meras auditorias por amostras e não se apuram os resultados, mas paciência, porque a actual Direcção do Mirex nunca esteve interessado nisto.

O Titular do Poder Executivo tem que saber que o Ministro Manuel Augusto está a ludibria-lo, à frente diz uma coisa e por trás faz o contrário, tenho provas do que estou a dizer.

Chefes de Missões que delapidaram o erário público, trazendo todo o recheio das

 

Residências Oficiais e inclusive o carro protocolar e não se faz nada, outros compram Lexus e põem no País e pretendem abater a seu favor a custo zero, outros compram autocarros e põem em Luanda a fazer de táxi, pintado de azul e branco e ainda vem o Senhor Ministro a desautorizar o Inspector Geral mandando abater o autocarro, quando não tem competência para tal.

De facto a opinião pública deve saber a verdade é que toda a acção desenvolvida pela Inspecção nunca podia ser do agrado do próprio Ministro.

Isto que estou aqui a dizer é uma gota de água no oceano, porque há coisas muito mais graves que vêm sendo feitas à muitos anos.

A minha coragem e determinação eles nunca irão travar, porque sempre fui determinado.

O novo Inspector Geral e a própria Direcção do Mirex ficaram estupefactos, porque pela primeira se fez uma passagem de pastas onde foi elaborado uma relatório exaustivo em que se espelha toda a acção desenvolvida pela Inspecção, bem como procedeu-se à entrega de todos os dossiês, o que está em jogo é o País e não as pessoas.

Quero aqui manifestar o meu descontentamento por parte do novo Inspector que numa atitude de falta de respeito prometeu dar me pancada no seu próprio Gabinete, mas consegui suster-me, por forma a não acontecer o pior, mas tudo isto não me admira, porque ele tem consciência que como Director dos Recursos Humanos introduziu pessoas estranhas ao Mirex nas MDC’s (cunhados, filhos, outros parentes e motoristas), como todos eles fizeram, isto hoje é um “Congo, não se sabe quem é quem.

Durante todo o período que fiz parte da Direcção do Mirex pude ouvir desabafos pouco abonatórios em relação a pessoas com um determinado prestígio e são colaboradores do Titular do Poder Executivo e muito estão a contribuir p/ o êxito da diplomacia por parte do Salvador e do Agostinho. Isto não é bom e considero uma falta de respeito.

Por fim digo que o Mirex não pode continuar a ser conduzido por jovens que não conhecem os meandros da diplomacia.

O Secretário Geral tem que ser um verdadeiro diplomata que tenha feito pelo menos uma missão no estrangeiro e que conheça os funcionários e resolva os problemas e não crie outros.

Resolvi efectuar a presente denúncia devido as graves irregularidades que vive o Mirex e por outro lado a minha vida corre perigo, pelo que estou na disposição da PGR que deveria saber e apurar toda a verdade.

Obrigado

Lima Viegas

 

28 de novembro 2018

Partilhe este Artigo

 

Cabritismo ?..

                       

 … INTERNACIONAL ?..

 

100% “CABRITISMO” ? : O terreno de TCHIZÉ no talatona,.. Fraude ou Favoritismo …

ANGOLA : Employés du Ministère des affaires étrangères et,.. logés à l’hôtel de luxe RITZ – Lisbonne…

ANGOLA : Une Banque Centrale,.. un pillage de 500 millions de $$ dollars, digne de… «Ocean’s Eleven» – -du genre intriguant,.. mis en échec par un caissier de la HSBC…

MIREX : Ministère des affaires étrangères, de graves irrégularités,.. ma vie est en danger… – A. Lima Viegas

KLEPTOCRATIE : un (une) « kleptocrate »  ne peut être promu(e) … Ni ministre, ni dirigeant(e),..  ni xxx..x.. et … ni Vice-xxx..x…..

ANGOLA : La transigeance comme caractéristique politique… (… une trahison par faiblesse ?.. ou par intérêt ?.. )

CABINDA : une Marche pour célébrer la Déclaration universelle des Droits de l’homme …

LA « CONSPIRATION DES JUGES » : Urgence en Angola, de créér une Commission Présidentielle.. Anti-Corruption…

SINDIKA DOKOLO : .. O…”Oligarquismo” .. “Coleciona-rismo”,.. e… e.. “Cabritismo” ?..

BESA : um “cabritismo” altos lugares… altas figuras…e..”V.I.P” ?.. – Cabritta investigadora –

   Send article as PDF   

Publicado em Cabritismo, investigacoes Etiquetas: ,

Partilhar
Partilhar